Os "bravos" dos anos 70...


Numa aconchegante livraria em Lisboa - Pó dos Livros -, o investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Miguel Cardina, apresentou "O Essencial Sobre a Esquerda Radical", estudo que tenta descrever a "manta de retalhos" que formavam os inúmeros grupos, organizações e partidos, que nos anos 60 e 70 se reclamavam do marxismo-leninismo e do maoísmo. Tarefa árdua à qual o autor não regateou esforços no sentido de contactar com o maior número possível de intervenientes nesse processo. O resultado aí está, foi ontem apresentado, e eu, como um desses "bravos" dos anos 70, só tenho pena que poucos "bravos" tivessem tido a coragem (e o prazer) de assistir a essa apresentação. Sobre o trabalho do autor, que me parece bastante pormenorizado e rico, carece de análise mais aprofundada e algumas precisões, motivo porque aconselho, vivamente - não por nostalgia, que leiam o "essencial". Segundo julgo saber Miguel Cardina apresentará, no âmbito da sua tese de doutoramento um estudo mais aprofundado sobre esta mesma matéria, que aguardamos com prazer.