17 de Novembro

A todos amigos e amigas, para uma retrospectiva dos anos de oiro. 17 de Novembro, marca a história... Rs
O filme da "minha" vida - 17 de Novembro (todos os anos) desde a antiguidade.

Combater a crise...


Todos - mas todos, devemos estar preparados para enfrentar, mas também para combater, a crise financeira e económica.

E não só para a enfrentar e combater, mas também para a vencer, a ultrapassar.

A proposta de orçamento para 2011 que o governo apresentou ao Parlamento, deveria conter linhas fortes de combate ao deficit e simultâneamente estimular o crescimento. Mas não. E ficou muito pobre, muito aquém das suas responsabilidades.

Ao aumentar o Iva cegamente, o governo refreia o consumo interno - já prejudicado pelos baixos salários, o desemprego, a baixa qualificação da mão-de-obra -, empobrecendo ainda mais a classe média, e desprotegendo as classes mais pobres da sociedade.

Ao mexer no Iva - como fez -, o governo deveria ter preocupações de justiça social e de crescimento da nossa economia.

Não é tributando, às "cegas" o óleo (como mero exemplo) abundantemente usado nas cozinhas dos portugueses de baixos rendimentos, que se favorece o crescimento e se apoia quem precisa.

O governo deveria, a meu ver, apoiar e apostar na produção nacional, quer para consumo interno, quer para exportação, e deveria "dificultar", através da tributação (utilizando por exemplo o Iva) os produtos e bens importados.

Nem precisaria de aumentar a taxa, como fez passando de 21 para 23 por cento, mas somente preceder a uma nova arrumação das listas já existentes. E se tivesse que aumentar, como fez, que tributasse a taxas mínimas ou médias os produtos e bens nacionais (como por exemplo a alimentação e o turismo) e pesasse mais nos produtos importados.

Achamos que deste modo, o governo contribuiria mais para a justiça social e para o crescimento.

Na verdade, a produção de produtos e bens nacionais, além de favorecerem as classes menos favorecidas (a bom rigor são elas que os consomem mais) reforça o crescimento e favorece o emprego. Foi isso que outros países fizeram e deram-se bem com a receita.

Na balança cabem sempre dois pratos: o das importações e o das exportações. Favorecendo a produção nacional, a economia cresce e as exportações também, enquanto que, o país torna-se mais autónomo, ficando menos dependente, e da necessidade de recorrer ás importações.

Quanto menos importações e mais exportações se verificarem, melhor para a nossa economia.

Não é tributando à taxa máxima o óleo, as bolachas, as compotas, as conservas e outros enlatados (para só dar estes pequenos exemplos) - cem por cento produção nacional e de consumo "quase obrigatório" por quem ganha pouco ou quase nada... que se defende o regime e estado social...

Mais haveria que dizer sobre o orçamento e a crise, mas fiquemo-nos agora por aqui.

Prisioneiros dançarinos...

É fenomenal este vídeo que agora vos apresento. Já foi visto por mais de 45 milhões de pessoas em todo o mundo. São prisioneiros nas Filipinas, que em vez de pensarem na droga, no roubo, na matança... são obrigados a memorizar os passos de dança, as letras, a disciplina. Vejam, apreciem, divulguem...

Maior Medalha do Mundo

Aqui estão os melhores e maiores medalhados do mundo.... Vejam o vídeo.

Saber...

Saber não custa... e como estamos no Mundial, aqui vos deixamos umas dicas importantes para a cultura geral, graças ao nosso amigo jj...

Portugal - Brasil


Portugal e Brasil nos oitavos de final. O resultado entre as duas equipas da Lusofonia empatados a zero bolas, foi disputado em toada morna, sem encanto, tendo o Brasil liderado na primeira parte, mas Portugal assumiu a liderança na secunda. Longe das previsões e desejos dos brasileiros que clamavam vitória, antes do jogo, mas que, como dizemos pro cá, "a montanha pariu um rato". De qualquer modo as duas selecção, os dois povos irmãos estão de parabéns. Só esperamos que a disputa entre os dois não fique por aqui, e quem sabe, não os teremos na Final da Taça do Mundo...

Sim!

Quebrou-se o enguiço....
A bruxa da África do Sul tinha razão:
7 - 0

Cegueira...


A petulância do senhor Silva, julgando que alguém lhe pedinchava amizade ou conhecimento... esquecendo que é pago para outras obrigações e deveres civilizacionais e institucionais. É mais cego aquele que não quer ver. Mas deixem-no poisar, que um dia prestará contas perante S. Saramago...

José Saramago


Morreu hoje, com 87 anos, JOSÉ SARAMAGO, único Prémio Nobel de Literatura em língua portuguesa. Deixa-nos um consagrado escritor reconhecido internacionalmente. A sua obra, constituída pelos 16 romances publicados, dos quais destaco os dois que ilustramos - o "Memorial do Convento", primeiro romance do autor que me convenceu a segui-lo, que hoje se aprende no ensino secundário oficial, e o "Evangelho Segundo Jesus Cristo", que causou imensa polémica com a igreja católica e com alguns elementos mais retrógados do governo de Cavaco Silva, deve ser lida, estudada. apreciada... Polémica também foi a sua actividade e posicionamento político, sobretudo durante e logo após o 25 de abril, como membro do Partido Comunista Português.

Notas de leitura (2)



Já não é novo. Saiu em Novembro de 2009 e logo o comprei. Porém só agora acabei a sua leitura. E como militante activo durante o período que versa o livro, não posso deixar de aconselhar vivamente a sua leitura. Estive sempre no campo da esquerda, que alguns teimam chamar de "radical" ou extrema-esquerda, mas sempre soube, sem cair na direita, separar o que era a esquerda do PCP e do chamado Gonçalvismo, e o radicalismo de outros grupos tipo MRPP, apoiando os militares mais moderados no CR, nomeadamente o Grupo dos Nove. O livro trás respostas a muitas dúvidas que na altura - 1974 - 1976, afloraram todos os activistas anti-fascistas e anti-social-fascistas. Aconselho pois um passeio por esses tempos, que apesar de dramáticos, não deixam de fazer parte de nossas vidas.

Namorados

Está decidido: esta, será a nossa noite!

Prepara o banho, o jantar... que eu levo o vinho, as flores... e muita vontade de marcar esta nossa noite.

Os "bravos" dos anos 70...


Numa aconchegante livraria em Lisboa - Pó dos Livros -, o investigador do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, Miguel Cardina, apresentou "O Essencial Sobre a Esquerda Radical", estudo que tenta descrever a "manta de retalhos" que formavam os inúmeros grupos, organizações e partidos, que nos anos 60 e 70 se reclamavam do marxismo-leninismo e do maoísmo. Tarefa árdua à qual o autor não regateou esforços no sentido de contactar com o maior número possível de intervenientes nesse processo. O resultado aí está, foi ontem apresentado, e eu, como um desses "bravos" dos anos 70, só tenho pena que poucos "bravos" tivessem tido a coragem (e o prazer) de assistir a essa apresentação. Sobre o trabalho do autor, que me parece bastante pormenorizado e rico, carece de análise mais aprofundada e algumas precisões, motivo porque aconselho, vivamente - não por nostalgia, que leiam o "essencial". Segundo julgo saber Miguel Cardina apresentará, no âmbito da sua tese de doutoramento um estudo mais aprofundado sobre esta mesma matéria, que aguardamos com prazer.

Mário Viegas

Não é por ser dia 1 de Abril - dia das mentiras em Portugal -, mas hoje passa mais um aniversário da morte do comediante, actor, poeta - extraordinário comunicador, Mário Viegas. Para quem se interesse pela cultura, nomeadamente pela poesia, vejam ESTE blogue onde encontrarão um pouco da vida deste homem desde sempre ligado à democracia, à cultura, às esquerdas...

Vidas


Vidas...

Vidas sem destino,

caminhos incertos,

rumos perdidos.

Mensagem..

Uma mensagem comovente, um hino à vida, de um homem que enfrenta a própria vida e a morte, por um tumor que o ameaça. Vejam o vídeo e aprendam a viver...
http://www.youtube.com/watch?v=dRTqFjflgto

Plástica mamária...

Não precisa gastar rios de dinheiro em plástica para embelezar os seios. Agora, mesmo no supermercado, ao preço de meia dúzias de vinténs... resolve o seu problema. Veja o vídeo e comprove.

Aqui estou eu

(mas não com tanta força)
"Aqui estou, pronta para te receber,
Sou mulher nua, despida de pudores e meio termo,
Para te satisfazer...
Vem, mas começa manso, brando:
Me conquista assim...
Faz depois, o que quiser de mim...
Deixa que eu te toque, que te sinta inteiro.
Meu corpo já é agora, um braseiro...
Sinta a minha respiração ofegante, dentro da tua boca.
Enquanto a língua trabalha avidamente, vou te tocando,
Sentindo quente...
Não pode resistir aos meus encantos
Porque sou mulher para toda hora
Na cama, ou do lado de fora...
Meu cheiro te excita...
O mel que escorre da vulva, te acolhe,
Vem, penetra nas entranhas dessa tua mulher,
Sente o ninho, quentinho...
Para receber o teu delicioso sémen
Quando no êxtase do prazer, chegar
Entre teus urros que adoro ouvir,
Gozo também...
Delicioso esse prazer, da entrega!
Dos desejos, das fantasias...
Lobos, em pele de cordeiro,
Em nossas intensas selvajarias..."
Fátima Abreu

Os Partidos e ..

Os Partidos e os Corruptos
Através da imprensa acabamos de saber, hoje, que todos os candidatos autárquicos em 2005 - partidos e independentes, foram condenados por inscreverem nas suas contas, receitas e despesas ilicitas ou ilegais, donde é justo perguntar: onde pára a moralidade desta gente, para serem agora os partidos e os politicos a apurarem responsabilidade no campo da corrupção e da moralidade ?

Sempre MULHER


companheira, cúmplice e amante
avó, mãe e filha
empresária, trabalhadora e estudante
Mas MULHER sempre!