Mais injustiças... no país da "justiça"!

E se já lhe tivessem cortada a cabeça?

Será que agora, depois desta prova, lha iriam repor?